CLUBE AMIGOS DA TERRA

Grupo de Plantio Direto de Pirassununga e Região


Soja: pesquisa mostra que preço mais baixo deve levar produtor norte-americano a reduzir área semeada


Cerca de um quarto dos agricultores norte-americanos que plantaram soja no ano passado planeja reduzir a área destinada à oleaginosa neste ano por causa da perspectiva de preços mais baixos. É o que mostra pesquisa mensal da Purdue University e da CME Group.

De acordo com os dados do levantamento, 8% dos produtores estão dispostos a aumentar a área plantada, enquanto 67% devem manter o tamanho da lavoura. Entre os ouvidos, 43% disseram esperar que o contrato da soja com vencimento em novembro/19 caia baixo de US$ 8,50 por bushel até o meio do ano. Hoje, este vencimento é negociado a US$ 9,57/bushel.

Em outra pesquisa, a Purdue University revelou que os agricultores dos Estados Unidos estão mais otimistas em relação à economia agrícola, mas ainda estão preocupados com os valores das propriedades rurais. O levantamento de janeiro registrou aumento de 16 pontos na confiança dos produtores em relação à pesquisa de dezembro.

O relatório mensura o otimismo dos agricultores após o anúncio da segunda rodada de pagamentos do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) para compensar as perdas pela disputa comercial com a China e a aprovação da Farm Bill, a lei agrícola, no ano passado. “Parece que esses dois anúncios deram um impulso significativo ao sentimento do produtor em relação às condições econômicas atuais e futuras”, disse o diretor do Centro de Agricultura Comercial da Purdue, James Mintert. Do total de 400 entrevistados, 13% esperam valores mais altos para as terras agrícolas nos próximos 12 meses, enquanto 48% acreditam na valorização das propriedades em cinco anos.

Fonte: Dow Jones Newswires/Broadcast Agro